Arquivo da tag: vintage

Je t’aime moi non plus.

Sabe Deus quando chegará aos cinemas brasileiros “Gainsbourg, Vie Héroïque“, mas o filme, do quadrinista – sério!- Joann Sfar promete ressuscitar a velha chama das chanson française, que permanece ativa com nomes como Charlotte Gainsbourg e até Carla Bruni.

Fazendo um link cinema-moda, que não se faz necessário de modo algum, não podemos nos esquecer de três grandes amores de Serge Gainsbourg, Juliette Gréco, Brigitte Bardot e Jane Birkin.

Juliette Gréco, grande cantora francesa, foi considerada musa existencialista, por tratar os temas dessa corrente filosófica em suas canções. Até diziam que seu estilo era uma fusão de intensidade intelectual com uma tendência à “sensualidade divertida”, o chamado “funny sensuality”, quase como o papel representado por Audrey Hepburn em “Funny Face” (Cinderela em Paris) , de 1957.

Um pequeno parênteses? No existencialismo,  o homem é inteiramente responsável por aquilo que ele é, ele não é nada mais, além daquilo que projeta ser. Pois, através da liberdade, ele escolhe o que irá ser, o homem é pura liberdade, escolhe sua essência e busca realizá-la. Porque na filosofia existencialista “a existência precede a essência”, ao inverso da tradição filosófica. Então, há espaço para o homem agir através desta total liberdade e projetar-se por via de suas escolhas.

Brigitte Bardot, diva total da corrente Nouvelle Vague e de Godard, como no filme “Le Mépris” (O Desprezo) – que é ótimo, juro.

B.B. popularizou as camisetas pretas, os vestidos leves e decotados e foi uma das primeiras a adotar o biquíni na praia. Seu sutiã com armação de arame, usado bem alto, virou mania; isso sem falar no xadrez Vichy, que ela usou em seu casamento e que continua moderno até hoje.

E o melhor, Laetita Casta fará seu papel.

Jane Birkin, multifuncional inglesa, que teve os culhões de gravar “Je t’aime moi non plus” com Gainsbourg, surgiu fazendo a pelada no filme “Blow Up”, de Antonioni – filme que, aliás, foi um dos grandes influenciadores da chamada Nova Hollywood, dos anos 70, com os ‘filmes de autor’, como “Easy Rider”, “Lua de Papel” e até “Taxi Driver”.

Além do fato de a mesma ter sido a inspiradora de uma bolsa Hermés, a Birkin Bag.

PODEMOS ESPERAR ANSIOSAMENTE POR TUDO ISSO?

Anúncios
Etiquetado , , , , , , ,

Trends (for life) para o verón 2011 PART 02

PART 01 : male shorts

2. calças cropped

As calças cropped são aquelas que tem a barra mais curta, seja por ter sido fabricada desse modo, ou por ser dobrada mesmo.

Dão um ar vintage incrível, ainda mais se combinados com belas meias e oxford shoes. É válido o uso de várias cores.

As propostas para esse tipo de calça, pela semana de moda européia SS, são variadas, até o terno pode ser abordado desse modo.

Nunca vi aqui em Brasília, nas ruas mesmo, homens – e mulheres – usando tal modelo, seja por medo, ou pelo conformismo gerado pelo contínuo uso da calça jeans.

Estejam, pois, atentos.

white face + amplidão da calça + elástico ? = Yohji Yamamoto e seu desfile temático

desconstrução + denin + século 18 + apuramento histórico = Yohji Yamamoto

paletó + camisa azul + cinto marrom + denin + sapatos brancos + ready to wear! = Junya Watanabe

maxiumbrella + gravata borboleta + xadrez + smoking + barra dobrada + meias + oxford shoes = Vivienne Westwood

rocker + tattoo + macacão jeans com a barra dobrada + meia preta + tênis + hot mecânico = Vivienne Westwood

exemplos nas ruas

barra dobrada + bandana + sapatos marrom com pintor feelings

mais tendências do verão em breve!

Etiquetado , , , , , ,

Dior(SHOW) Resort 2011 em Xangai

John Galliano apresentou sua coleção Dior Resort em Xangai, no último dia 15.

A coleção apresentou absoluto apuro técnico e fidelidade à feminilidade proposta por Christian Dior em seu conhecido ‘New Look’. Além de fazer referência à Nouvelle Vague francesa, das décadas de 50 e 60.

Muitas listras, cintura, rosa, florais, ombros a mostra, rendas, tules, candy colours – ou cores pastéis, como rosinha claro, baby blue, creme, coral -, babados e laços. Além da influência masculina em alguns ternos, capacetes de motocicletas, couros e diferentes cortes retos.

Foi exibido, como entrada, um pequeno vídeo chamado ‘Lady Blue Shangai’, dirigido por David Lynch, da nova campanha da Lady Dior, estrelada por Marion Cottilard que, juntamente com Charlize Theron, estavam na primeira fila do desfile.

Estou apaixonada por tudo isso. E pra quem ainda não percebeu, foco no delineador, cabelo a la Brigitte Bardot e batom rosinha e coral!

Depois dessa, ainda vejo isso:

WORK IT JOHN GALLIANO!

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

vanessa paradis by karl lagerfeld

e a parceria de Vanessa Paradis com Karl Lagerfeld não se resume às tantas campanhas publicitárias que fez com a Chanel.

Na Madame Figaro desse mês, ela aparece na Factory, atelier / boatchy / puteiro de Andy Warhol.

Vanessa aparece como Edie Sedgwick, personagem interpretada há pouco tempo por Sienna Miller em Factory Girl. E Lagerfeld é Andy Warhol. Mas não existe cópia, as tendências estão delicadamente sobrepostas e híbridas.

enjoy!

edie sedgwick + andy warhol

Etiquetado , , , , , ,
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: