Arquivo da tag: Chanel

KEIRA KNIGHTLEY NA VOGUE ITALIA

Em 2010 todo mundo só falou do novo cabelo da Emma Watson, mas a atris britânica Keira Knightley também mudou o seu, para um chanel (ou ‘bob’, depois que Lagerfeld impediu que o nome da marca fosse dado a qualquer outra coisa senão produtos da mesma) mais estilizado, com textura e volume.

E apresenta, na edição de janeiro da Vogue Italia de 2011, algumas peças da coleção primavera 2011 da Valentino e Chloé, por exemplo.

Gente, o styling está demais, ficou uma coisa meio menina do campo, com uma melhor amiga/girlfriend malvada sei lá, os editoriais da Vogue Italia e Paris são sempre melhores, na minha opinião, eles são mais livres para criar composições diferentes.

Ah, antes que me esqueça, o editorial foi fotografado pela Elle von Unwerth.

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , ,

CHANEL SPRING 2011 MAIS ROQUEIRA

Saiu a campanha de primavera 2011 da Chanel, com a Freja e Stella Tennant, e fotografada pelo artista superpolivalente Karl Lagerfeld.

Olhando superficialmente, são os mesmos terninhos de tweed, nas cores básicas da vida, mas o styling deu um jeito e transformou os looks numa coisa mais rock’n’roll, com muitas influências do estilo dos motoqueiros, tipo que usam Harley Davidson, sabe?

Gente, olha que brega esse Baptiste Giabiconi de concurso da camiseta molhada.

Lindo o grafismo da primeira bolsa, né? Entrando na wishlist imaginária, risos.

Fazendo um link com o cinema, indico o filme ‘Easy Rider’, ou ‘Sem Destino’, em português, que mostra 2 motoqueiros da contracultura dos anos 60 cruzando os EUA sem lenço nem documento, usando muita maconha e falando muita besteira. Um clássico do Cinema Novo estadunidense, que rendeu a Jack Nicholson sua primeira indicação ao Oscar. Vale muito a pena ver o trailer!

O filme é de 1969, e tem aquela música que todo mundo adora, do Steppenwolf, ‘Born to be Wild’. Além de mostrar muito a vida em comunidade hippie, um dos meus filmes favoritos, é bem bapho!

 

 

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

AH, O VERÃO – III

Há algum tempo que os anos 80 e 90 voltaram forte na moda. E também na beleza.

Para quem possa ficar confuso, as sombras e batons vibrantes em efusão fazem parte da cartela 80s, enquanto aquele batom escuro, vinho é bem anos 90.

E nessa síntese louca ainda entramos no verão. Significa.

olhos marcados, verdes + batom vermelho mais fechadinho.

cabelão bem frisado, bem lindo +  sombra rosa meio fluor até a sobrancelha com sombra dourada até o côncavo + batom com efeito glossy vermelho meio rosa, não tenho certeza.

gótica rocker de batom bem roxo, lindo + olho preto marcadão

aqui dá para ver melhor o olho preto, aqui me parece um pincel flat de base, mas o batom escuro sempre fica melhor se aplicado com o pincel.

coque maravilhosíssimo com batom verde escuro

amo esse blush, fica muito lindo, já usei algumas vezes. Claro que não tão assim, mas bem marcado, indo até as têmporas. Olho bem marcado, com marrom +  batom vinho.

Tenho um blush que tem um rosa bem forte, e com brilhinhos, muito pigmentado. A mão deve ser leve na aplicação, mas fica legal, se bem aplicado. É  o Dollymix, da Mac. Para quem não tem MAC na cidade, entra na Sacks.

As fotos acima são do desfile da Lanvin para a H&M, mas no Brasil, Alexandre Herchcovitch fez uso de uma vasta cartela de cores para sua última coleção, Primavera/Verão, no SPFW.

já saí uma vez com um azul assim, sem ter batom nem nada. Usei um lápis de olho da MAC, Powerpoint Eye Pencil na cor Navy Stain +  uma sombra da Contém 1g bem viva, brilhante, acho que é essa abaixo, marcada. Toscoshop feeling haha desculpa gente. Aliás, a misturinha super quebrou o galho!

batom verde. não sei, até gosto, mas é meio vômito da guria do Exorcista, então eu meio que passo.

o batom preto. Amo muitíssimo. O mais perto que já cheguei foi usando o Hysteria da Chanel, que comprei há um tempo, na Sacks.

o Hysteria é o primeiro. E Fica assim.

Bom, a pigmentação é boa, mas a duração nem tanto, então passo um lápis escuro antes, contornando a boca, para depois aplicar o batom.

Já que estamos falando sobre batons, eis uns dos meus favoritos, matte, com uma linda pigmentação e duração. o Lady Danger, da MAC.

haha desculpem-me pela foto, mas foi a única que achei usando o batom. Natal do ano passado.

A Contém 1g tá de coleção nova, com batons coloridos, cada um por R$ 21. Fui ver de qual era. Provei todos no dorso da mão. A pigmentação do azul claro é a melhor, mas todas se vão rapidinho, esfreguei minhas mãos e tchau, sem nem um lencinho.

Limecrime! Baratos, as melhores cores, e entregam no Brasil. Aqui.

Bom, pincel eu uso o da Dior, tem aqui, mas existem zilhões de tipos, de todos os preços, que sempre vale a pena. Mas não me venham com aquele Prada, peloamor, que não presta, juro. Aliás, o meu veio num kit de viagem da Dior, que eles sempre lançam no fim de ano, o que barateia tudo.

Espero que tenham gostado desse longo longo post.

Um feliz natal a todos, muita birita, porque só assim né haha BRINKS

 

 

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

CHANEL PRE-FALL 2011: BIZÂNCIO (PARA MENINOS)

Tinha ficado de postar os looks dos meninos, mas não que haja muita coisa de mais, aliás. São roupas invernais, com elementos tipicamente femininos, como cintos, acessórios dourados e sandalinhas.

Não entendam mal, acho ótimo que as distâncias entre os itens masculinos e femininos diminuam.

acessórios bem escândalo.

Etiquetado , , , , , , , , , , , ,

CHANEL PRE-FALL 2011: BIZÂNCIO

A coleção Pre-Fall da Chanel foi inspirada na cultura perdida do Império Bizantino e por Theodora, artista de circo que se tornou imperatriz, “Empress Theodora”, disse Karl Lagerfeld.

Tenho um amor muito grande pelo que a marca produz, especialmente pela multiplicidade de Lagerfeld, mas algumas coleções passadas foram um pouco decepcionantes para mim, talvez pela modelagem temporal, mas essa está ligada sim à decada de 60, mas sincronizada com a riqueza, bordados e mosaicos bizantinos, e com cortes lindos, não totalmente padronizados para toda a coleção.

Não tenho certeza se a coleção é de um desfile pre-fall, poderia muito bem estar na Semana de Moda, a partir da otimização da utilização das peças.

Sei nem mais o que dizer, imagina isso tudo ao vivo, alta-costura é uma coisa maravilhosa, tudo perfeitamente acabado, inclusive do avesso. Inclusive, são um milhão de peças que estou pensando em postar rs, vai vim um post só com as roupas masculinas, aliás.

BAPHO!

Os cabelos, o make, os acessórios, as botas de casco de cavalo. Tudo tão lindo.

+ DESFILE

Etiquetado , , , , , , ,

The Talented Miss Mulligan.

Ontem fiz questão de comprar a Vogue US de outubro por alguns motivos. As tendências de outono e também porque a linda da Carey Mulligan estava na capa, de Chanel.

A atriz, que tem um talento intrinsicamente conectado à sua capacidade de transmitir humildade,  intensidade emocional e até nervosismo, é dona de um estilo simples, meio básico até, mas elegante, lady-like Coco Chanel.

Nos red-carpets da vida ela pode usar Vionnet e Prada, sendo as saias sempre na altura do joelho, mas seu streetstyle é composto basicamente por Urban Outfitters e Burberry.

No editorial para a Vogue, existe uma combinação paradoxa bem legal, na mistura de uma atriz bem jovem e que exala frescor com grandes instituições da moda, como Dior, Valentino e Chanel Haute Couture. Sendo que as sessões ocorreram no sul da França e algumas peças são da Paris Couture Fashion Week, que aconteceu na mesma época em que as fotos foram tiradas, então deve ter sido uma loucura.

Por Peter Lindbherg. Styling de Grace Coddington. “The Talented Miss Mulligan”

Etiquetado , , , , , , , ,

A Elle Romênia, puro mistério, couro, loosho, cruissardes, pele, brilhos e plumas. Tem até um look total da Chanel’s Paris Shanghai Collection RHYQUEZA.

E que colar é esse, senhor? Monarquia étnica!

E essa modelo, Diana Dondoe é uma linda.

Forte candidata à melhor editorial do mês, para mim.

A September Issue do país da capital da cultura na Europa.

Etiquetado , , , , , , , , ,

très fantastique!

Alexa Chung entrevistando Karl Lagerfeld, antes de algum desfile que, je suis desolé, mas não sei dizer.

O vídeo é ótimo por relatar alguma coisa sobre o processo de criação de Lagerfeld, de como o mundo da alta-costura funciona, e o quanto o mercado é rentável.

amamos sua indiferença, karl!

Etiquetado , , , ,

Preview do inverno Chanel 2010/2011

Para vocês que amaram o tratamento de Karl Lagerfeld da riqueza absolutista no desfile de alta costura que aconteceu na semana passada, em Paris, eis uma prévia da campanha!

todos queremos ser rhycos agora, né?

Etiquetado , , , , ,
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: