Arquivo da categoria: design

CHARLOTTE TAYLOR E SUAS CRIAÇÕES DIVERTIDAS

Achei uma designer pra lá de fofa, a Charlotte Taylor.

Infelizmente achei poucas fotos do que ela produz, mas pelas fotos de turbante que vi, a coleção spring/summer está bem com aquela carinha de vintage, e bem divertida, pela estampa de lagosta, elefante e formigas.

Vale a pena conferir.

Clássicos mas com aquela pimentinha.

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , ,

KLAUS NOMI

Estava eu futricando minunciosamente por alguma coisa que realmente agregasse algo, e acabei achando o maior divo da história desse mundinho que já já acaba.

Klaus Nomi foi um cantor de ópera new wave protopunk underground que ninguém acredita. Trabalhou com gente incrível como o David Bowie, e inspirou tudo que é gente montada de hoje em dia, como a Siouxsie ou a Lady Gaga.

Alemão, contra-tenor e sopranista, super estilizado e teatral, morreu em ’83, uma das primeiras vítimas conhecidas da AIDS, quando a mesma era praticamente desconhecida. Pelo visto, são poucas as pessoas que gostam de suas músicas, porque às vezes pode ser uma coisa meio tranqueira, o pior dos anos 80, sabe, mas ao mesmo tempo é bem genial, pela mistura de ópera com sintetizadores e new wave.

Mas fiquei maravilhada mesmo foi com a parceria entre Nomi e Bowie em uma apresentação no Saturday Night Live, de ’79. Infelizmente não consegui o vídeo, mas o áudio é bem high quality e a vida vale mais depois de assistir a isso.

Gente, e olha isso, que incrível. Claro que ninguém imitou ninguém, visto que o estilo está aí para quem quiser, mas eis Lady Gaga em “Born This Way” com um terno com a mesma modelagem da versão de plástico de Klaus Nomi.

Para quem quiser conhecer mais,

e toda sua performática maravilhosa em um vídeo ao vivo

esse acima, é um gif incrível, não sei pq não está aparecendo, mas é só clicar na imagem!

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

BATOM VINHO

Existem poucas coisas que tocam meu coração de forma tão contundente e atemporal como um bom batom vinho.

Creio que veremos um pouco mais dele nesse ano, já que estourou nas passarelas, e, se Deus ajudar, as pessoas perderão um pouco do medo que têm dele.

Bom, tem boca bonita no incrível desfile do talentosíssimo John Galliano

Vejam que Galliano não se contenta com a boca tudo, e coloca um olho tudo e blush tudo, provando que mais pode ser mais.

Abaixo, a equipe de beleza da Kenzo diminuiu o tom do batom, e se utilizou de uma sombra sépia, até a sombrancelha, que é quase um marrom, meio bege, meio lilás, que é a coisa mais linda para gente mais pálida.

Gucci, cílios aranha e batom em degradê – acidental ou não? –  e muita sobrancelha

Agora, para poucos

Supersônico surreal haha Miu Miu copiou, certeza!

Eis o batom vinho, várias maneiras de usar, e ainda fica com aquela cara de atriz de filme mudo das décadas de 1910 e 1920, melindrosa!

 

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

2001: UMA ODISSÉIA NO ESPAÇO

Assisti há pouco tempo a película de Stanley Kubrick, 2001: Uma Odisséia no Espaço, que projeta uma visão peculiar do que poderia estar sendo o futuro, a partir de incríveis maquinários munidos de inteligência e um universo codificado na assepsia de ambientes e do ser humano.

O valor dessas projeções filosóficas em película é imensurável, e não me prolongarei nas inúmeras conjecturas que se formaram, ao longo dos anos, em volta de 2001. O interesse do post é o outro lado, o estético, em que se sente um pouco do zeitgeist dos anos sessenta na boca.

Não que esse filme seja um Blade Runner da vida, que é um reflexo pragmático dos anos 80 em outra dimensão insana da permanente, mas é possível perceber as influências da época, principalmente do design vanguardista.

Amo essa secretária, tudo monocromático, reflete perfeitamente a moda dos anos 60, exemplificada pela foto abaixo, a época

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , ,

HERMÉS, LUXO NÔMADE DISCO MUSIC

A Hermés desfilou uma coleção incrível, antropológica, nômade, amazona caçadora na semana de moda de Paris.

A coleção apresentada é a estréia do designer Christophe Lemaire na marca comandada anteriormente por Jean Paul Gaultier. Ao contrário de Gaultier, que mantinha uma linha mais séria, Lemaire aposta em silhuetas mais amplas e em modelagens não cansativas, de tão diversas que são.

Existe uma linha cronológica, que começa com um nomadismo chiquérrimo, com uma cartela sóbria de cores e com uma considerável quantidade de trabalho artesanal, que evolui para as sociedades indígenas com muita cor e estampas, caindo direto nos anos 70, disco music, que guiará grandes partes da criação nesse ano. Isso permeado por maravilhosas construções em alfaiataria.

 

E pelo visto, sandália, open boots, enfim, continuam bombadíssimas.

 

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

GIVENCHY SPRING 2011 NO PARIS HAUTE COUTURE

Riccardo Tisci anda fazendo um trabalho fenomenal na Givenchy, e nessa temporada não foi diferente.

O casting era composto apenas por modelos orientais, e as roupas, em tons pastéis, foram arquitetadas feito origamis.

Kimonismos, transparências, penas, e muita técnica, eis o que a obra da Givenchy tem a nos dizer.

Os looks foram fotografados de frente e de costas, e é desse modo que os apresentei nesse post.

capacete armadura gigante!

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , ,

ARMANI PRIVÉ SPRING 2011 NO PARIS HAUTE COUTURE

Semana de alta costura de Paris é sempre uma maravilha. Às vezes um designer apresenta conceitos absolutamente incríveis, ou apenas segue as tendências presentes; mas de qualquer modo, todos os mínimos detalhes são cuidadosamente caprichados, o que já vale a pena.

Giorgio Armani apresentou uma coleção muito divertida, meio futurista, meio disco music, meio 80s trash glamour, com materiais brilhantes, tecnológicos e, se observarmos o vídeo, que torna difícil a locomoção das modelos.

Escuto muitas pessoas que criticam as coleções apresentadas nas passarelas por acharem não-usáveis, o que discordo totalmente, porque moda é show, e tudo seria tão sem-graça se às vezes não se exacerbassem os conceitos.

(Desfile aconteceu no dia 24 de janeiro de 2011)

Eis o que nosso estilista mais bronzeado do mundo ofereceu ao mundo nessa temporada.

paletozinho baphoo

sapatos e silhueta incríveis

Riqueza travestida, coisa linda!

O mais legal é que apesar de toda essa farra do boi na escolha dos materiais e tudo, o corte e a silhueta são impecáveis.

Bafão, gente, sem mais.

Valeu Giorgio.

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

VIVIENNE WESTWOOD MEN

Olá meus queridos! Primeiramente gostaria de pedir desculpas por tanto tempo sem postar, mas é que acontece um conflito interno com a gente, às vezes.

Vivienne Westwood é o suficiente para quebrar essa ausência, creio.

A coleção outono/inverno para meninos, apresentada na fashion week de Milão, é muito linda, com um frescor maravilhoso. Os cortes são diferenciados, o comprimentos encurtaram, a modelagem é mais ampla. Muitas cores, o xadrez de sempre, mix de estampas, moletom e um sapato que é a coisa mais espetacular desse mundinho.

calça baphoo

sapato mais espetacular, em close!. e esse paletó? OMG

80s! Sou muito fã de meias coloridas aparecendo, é um truque bem simples de styling que dá um resultado muito favorável

look muito bem montado, já pode querer ser homem e ter tudo?

textura

street

mix de estampas

!!!

cinto fininho para meninos, o que acham?

 

+ vídeo

Digno.

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

MY PHILOSOPHY NO RIO À PORTER – UMA VISÃO COMERCIAL

Como alguns devem saber, estudo Administração, e é sempre bom ver o que aconteceu no Rio à Porter, que é onde as marcas são apresentadas ao mercado, compradores em potencial. Enfim, são produzidos artigos mais comerciais, que têm grandes possibilidades de emplacar junto aos consumidores.

E a marca My Philosophy foi uma dessas marcas a desfilarem, no dia 10.01.

A coleção emplaca, definitivamente. Carrega tudo o que fez sucesso em 2010, como as transparências, as rendas, a influência Balmain nos ombros estruturados e na atitude rocker, os comprimentos mini. Mas o interessante são as meias-calça de todos os jeitos e tamanhos, inclusive de lurex, que eu achei lindo! Até a wet legging encontra seu lugar, mas como uma calça skinny mais comprida.

É legal, deve vender bastante, e é isso. Não é o que gostaria de ver em uma passarela, mas analisando de forma estritamente comercial, a marca cumpriu seu papel com perfeição. Sem medo de ficar datada ou repetitiva.

 

Amo lurex!, mais um indicativo do revival da discoteca 70s nesse ano

CREDO que horror esse vestido. Um drapeado muito feio + uma telinha mosquiteiro vagabunda dessas. Talvez você, querida leitora, não vá usar um vestido desses, mas eu conheço, pensando por alto, muitas gurias que morreriam por ele.

 

Vambora né.

 

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , ,

2ND FLOOR NO RIO À PORTER

Ontem, dia 10/01, rolou o desfile da 2nd Floor no Rio de Janeiro, na semana de moda. Como em todo inverno, padronagens apareceram, e até gorrinhos.

A marca apresenta um ready-to-wear, ou seja, as roupas já podem sair direto das passarelas para as araras, porque é tudo muito normalzinho e usável. Achei chato.

sapatos lindos, de camurça ameei, ankle boot de volta nesse inverno!

BORING! peloamordedeus imitação de alexa já deu, né?, mesmo que seja estilizada assim

coturninho bem amarrado para o meninos

óculos bem bem lindos + gorrinhos bolivianos

E então, o que acharam? Creio que os meninos gostarão mais dessa coleção, mas as meninas.. sei não.

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: