Arquivo da categoria: business

CHARLOTTE TAYLOR E SUAS CRIAÇÕES DIVERTIDAS

Achei uma designer pra lá de fofa, a Charlotte Taylor.

Infelizmente achei poucas fotos do que ela produz, mas pelas fotos de turbante que vi, a coleção spring/summer está bem com aquela carinha de vintage, e bem divertida, pela estampa de lagosta, elefante e formigas.

Vale a pena conferir.

Clássicos mas com aquela pimentinha.

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , ,

BASTHIANNA NO RIO À PORTER

Basthianna apresentou-se às 16h do dia 10.01, logo depois de My Philosophy.

Mas a história foi diferente.

Não que os designers não tenham usado as tendências do ano passado na composição da coleção. No entanto, conseguiram mesclar tudo de maneira muito agradável, inclusive com itens de estamparia floral, o que eu acho maravilhoso, já que é inverno.

Podemos identificar o militarismo, as rendas, a meia com sandália, a cintura bem marcada – com um cinto coringa rústico bem lindo -, macacão, volumes na parte debaixo – lembram da saruel, né? – , maxicolares, as camisas, que permanecem eternas. A cartela de cores é bem neutra, muito bege, marrom, verde.

Achei divertido, e supervendável, aliás, o modo como os stylists fizeram os looks, misturando várias tendências que não têm nada a ver, a primeira vista, como o militar com as rendinhas.

estou achando que esse shortinho, tipo de correr, mas bem acabado e bonitinho vai ser o novo short jeans desse ano. MENTALIZEI!

Open boot de couro desgastado + meia do mesmo tom, amei.

 

E o que acharam? Não sei onde vende a marca aqui em Brasília, mas ela é do Rio. Significaaa

 

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

MY PHILOSOPHY NO RIO À PORTER – UMA VISÃO COMERCIAL

Como alguns devem saber, estudo Administração, e é sempre bom ver o que aconteceu no Rio à Porter, que é onde as marcas são apresentadas ao mercado, compradores em potencial. Enfim, são produzidos artigos mais comerciais, que têm grandes possibilidades de emplacar junto aos consumidores.

E a marca My Philosophy foi uma dessas marcas a desfilarem, no dia 10.01.

A coleção emplaca, definitivamente. Carrega tudo o que fez sucesso em 2010, como as transparências, as rendas, a influência Balmain nos ombros estruturados e na atitude rocker, os comprimentos mini. Mas o interessante são as meias-calça de todos os jeitos e tamanhos, inclusive de lurex, que eu achei lindo! Até a wet legging encontra seu lugar, mas como uma calça skinny mais comprida.

É legal, deve vender bastante, e é isso. Não é o que gostaria de ver em uma passarela, mas analisando de forma estritamente comercial, a marca cumpriu seu papel com perfeição. Sem medo de ficar datada ou repetitiva.

 

Amo lurex!, mais um indicativo do revival da discoteca 70s nesse ano

CREDO que horror esse vestido. Um drapeado muito feio + uma telinha mosquiteiro vagabunda dessas. Talvez você, querida leitora, não vá usar um vestido desses, mas eu conheço, pensando por alto, muitas gurias que morreriam por ele.

 

Vambora né.

 

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , ,

CHANEL SPRING 2011 MAIS ROQUEIRA

Saiu a campanha de primavera 2011 da Chanel, com a Freja e Stella Tennant, e fotografada pelo artista superpolivalente Karl Lagerfeld.

Olhando superficialmente, são os mesmos terninhos de tweed, nas cores básicas da vida, mas o styling deu um jeito e transformou os looks numa coisa mais rock’n’roll, com muitas influências do estilo dos motoqueiros, tipo que usam Harley Davidson, sabe?

Gente, olha que brega esse Baptiste Giabiconi de concurso da camiseta molhada.

Lindo o grafismo da primeira bolsa, né? Entrando na wishlist imaginária, risos.

Fazendo um link com o cinema, indico o filme ‘Easy Rider’, ou ‘Sem Destino’, em português, que mostra 2 motoqueiros da contracultura dos anos 60 cruzando os EUA sem lenço nem documento, usando muita maconha e falando muita besteira. Um clássico do Cinema Novo estadunidense, que rendeu a Jack Nicholson sua primeira indicação ao Oscar. Vale muito a pena ver o trailer!

O filme é de 1969, e tem aquela música que todo mundo adora, do Steppenwolf, ‘Born to be Wild’. Além de mostrar muito a vida em comunidade hippie, um dos meus filmes favoritos, é bem bapho!

 

 

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

KARL LAGERFELD NA CAMPANHA DA VOLKSWAGEN

Quem acompanha a moda de modo geral sabe da paixão que o kaiser tem por fotografar ou fazer curta-metragens. Pois é.

Só que dessa vez ele fez diferente, tornou-se garoto-propaganda da linha “Style” para o Golf Plus, Golf e Polo, sendo que o mesmo redesenhou algumas linhas dos modelos, que trazem detalhes sutis como novas ligas de alumínio, janelas coloridas e logos para aplicar no carro. Já o pacote Style Plus traz rodas diferenciadas e teto solar.

Nota: o carro só será vendido na Alemanha mesmo, terra natal de Lagerfeld.

+ o trailer!

 

BUSINESSMAN!

Etiquetado , , , , , , , , , ,

LINE-UP FASHION RIO INVERNO 2011

Esqueci de postar, mas para quem se interessa, eis o line-up do Fashion Rio Inverno 2011 que já começa na segunda!

Tentarei comentar dia por dia aqui no blog, já que hoje o Fashion Rio tem ganhado uma importância bem maior, e várias marcas legais tem estado por lá ultimamente.. Bom que descentraliza do SPFW um pouco.

Segunda-feira, 10 de janeiro
Acontece o Rio Moda Hype, a partir das 19 horas. Irão desfilar 10 novos talentos da moda masculina, feminina e unissex.

Entre eles estão: Julia Valle, Frame, Alisson Rodrigues, Blash, Lucas Magalhães e Sampler, Martins Paulo, Akihito Kira, Dobra e Soddi.

Terça-feira, 11 de janeiro
18h00 Alessa
19h00 Filhas de Gaia
20h00 Melk Z-Da
21h00 Patachou

Quarta-feira, 12 de janeiro
18h00 Acquastudio
19h00 Maria Bonita Extra
20h00 Coven
21h00 Giulia Borges
22h00 British Colony

Quinta-feira, 13 de janeiro
11h00 Walter Rodrigues
18h00 Têca
19h00 Totem
20h00 Printing
22h00 TNG

Sexta-feira, 14 de janeiro
11h00 Cantão
18h00 Coca-Cola Clothing
19h00 Redley
20h00 R. Groove
21h00 Espaço Fashion
22h00 New Order

Sábado, 15 de janeiro
18h00 Nica Kessler
19h00 OESTUDIO
20h00 Andrea Marques
21h00 Lucas Nascimento
22h00 Ausländer

Etiquetado , , , , ,

O QUE REPRESENTA A TRANSFORMAÇÃO RADICAL DE DILMA ROUSSEF – UMA REFLEXÃO

 

Juntamente com a chegada de um novo ano – e todos os seus votos de esperança -, o início de 2011 significou, do mesmo modo, a posse de Dilma Roussef na presidência do Brasil.

Talvez não devesse fazer qualquer tipo de conotação política, mas sou favorável à Dilma, e creio que todos nós, como cidadãos, devemos apoiar e torcer por seu trabalho, enquanto ainda há esperança, como dito acima.

Entretanto, o tópico primordial não é sobre sua carreira política ou sobre os ministros que tomaram posse nos últimos dias, mas sobre a transformação radical de seu visual. Proponho que levantemos uma reflexão sobre o assunto.

Faz algum tempo que começou a especulação sobre quem seria a candidata de Lula ao governo, e o nome mais lembrado era o da ministra da Casa Civil, Dilma Roussef. Uma escolha arriscada, pensava, já que a ministra foi militante contra a ditadura, com histórico de assalto a bancos e tudo, e conheço algumas pessoas que apedrejaram-na por esse fato isolado, que ocorreu em um momento singular, radicalmente diferente do hoje. E a situação era um tanto pior, já que Dilma não tinha – e continuou não tendo – experiência em cargos políticos. Mas o que era difícil complicou-se. Sua imagem pessoal.

Dilma era observada como sendo forte, truculenta, brava, rude, persistente. E sua imagem exterior era a de uma mulher envelhecida, sem grandes vaidades, cuja preocupação primordial era o trabalho. Características que, durante o período até sua indicação à candidatura, foram explicitamente manipuladas, já que a população não simpatizava com o que sua figura representava.

Desde então, apesar de um câncer, Dilma participou de um extreme makeover. Suas roupas antigas sumiram, seus cabelos foram gradualmente transformados, e foi observado inclusive pequenas correções estéticas em seu rosto. Celso Kamura foi o hairdesigner responsável e até Alexandre Herchcovitch cuidou de seu styling. Uma equipe de peso para que Roussef fosse considerada com mais simpatia pelos eleitores.

E é exatamente isso que deveria suscitar uma discussão. Obviamente a educação e gentileza posteriores são favoráveis, já que sempre são pontos a serem aprimorados por qualquer indivíduo, mas é importante que avaliemos até onde sua identidade visual realmente faz diferença, principalmente em um cargo como o de Dilma, chefe de Estado. É racional que a opinião pública se transforme apenas pelas mudanças de um look? É possível que com esse comportamento em massa os marqueteiros políticos passem a desconsiderar outros fatores que possam ser infinitamente mais relevantes, como sua experiências, práticas e discurso? Porque, pelo que pudemos observar, essas eleições foram as menos sérias possíveis, no que concerne à parte pragmática e de conteúdos das campanhas e debates dos candidatos. Exceto pela candidata Marina Silva, me arrisco a dizer, que sempre explicitava seus planos de governo.

 

Dilma está linda, seu cabelo está espetacular, e as dicas de styling foram essenciais. Mas e o que a candidata de fato representava além do superficialismo pela qual foi julgada pela opinião em geral?

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Beyond, por Anna Dello Russo.

Rhyco perfuminho by Anna Dello Russo, editora da Vogue Nippon.

Será vendido no Natal.

ADR tem um blog todo mimimi ESCÂNDALO

Gente, ela é uma senhora, tá? e olhem isso!

Como proceder, não é mesmo?

Etiquetado , , , ,

très fantastique!

Alexa Chung entrevistando Karl Lagerfeld, antes de algum desfile que, je suis desolé, mas não sei dizer.

O vídeo é ótimo por relatar alguma coisa sobre o processo de criação de Lagerfeld, de como o mundo da alta-costura funciona, e o quanto o mercado é rentável.

amamos sua indiferença, karl!

Etiquetado , , , ,

Lara Stone para a Calvin Klein

Já saíram algumas fotos da campanha outono/inverno da CK com a nossa sempre diva e musa – só dá ela nos arquivos desse blog! – toda trabalhada no minimalismo chic.

Etiquetado , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: